Blog

Positive mood and outlook

Compreender o humor e a perspetiva

O modo como lidamos com as emoções e as contrariedades afeta o nosso bem-estar geral e perspetiva de vida.

Já todos conhecemos ou observámos pessoas que nunca parecem desanimar. Mesmo diante de acontecimentos devastadores, continuam a perseguir os seus objetivos, aparentemente sem vacilar. Embora possam ter mais dificuldades do que aparentam na sua vida pessoal, também podem ter uma resiliência natural, que faz com que continuem sempre em frente.

Todos nós passamos por mudanças de humor ocasionais. A hora do dia, a sensação de fome ou cansaço ou um conflito com um amigo podem influenciar o modo como nos sentimos. A nossa disposição geral está relacionada com o modo como gerimos os pequenos e grandes acontecimentos da vida, e as emoções que acarretam. O nosso modo de olhar a vida também está ligado às nossas emoções, afetando o modo como encaramos o futuro e como nos sentimos em relação ao mundo em geral.

De forma conjunta, estas questões constituem a subcategoria Humor e perspetiva do MHQ (Quociente de Saúde Mental) do Projeto Saúde Mental de Milhões. Embora seja normal e saudável sentir-se certas emoções, há pessoas para quem é mais fácil regular os seus sentimentos e comportamentos do que para outras. Quem tem uma boa pontuação na subcategoria de Humor e perspetiva do MHQ, é capaz do seguinte:

  • Controlar o seu comportamento e reações, mesmo quando sente emoções fortes, e responder calmamente a situações stressantes.
  • Ser otimista e extrair um significado positivo das desilusões ou encarar o desânimo de um modo mais positivo.
  • Recuperar das adversidades.

Quem tem uma pontuação mais baixa no Humor e perspetiva pode:

  • Sentir medo, preocupação, ansiedade ou pânico constantes.
  • Ter dificuldade em controlar as emoções e sentir-se dominado por elas.
  • Ter sintomas físicos frequentes, como problemas de estômago, e problemas somáticos como doenças frequentes, sem causa aparente.
  • Culpar-se por situações que não são de sua responsabilidade.

O que influencia o humor e a perspetiva

Há muitos aspetos que podem influenciar o nosso humor e perspetiva: fatores biológicos e genéticos, a nossa personalidade, as relações com familiares ou colegas, o ambiente em que vivemos, experiências de vida e acontecimentos mundiais.

O modo como lidamos com as emoções e como vemos o mundo influencia todas as outras áreas da nossa vida. Se se sentir constantemente desanimado, é menos provável que persiga ou até que tenha objetivos de vida. Se sentir dificuldades frequentes em gerir as emoções, poderá prejudicar as suas relações ou não conseguir assumir responsabilidades. Sentir-se constantemente em stresse também pode tornar qualquer um mais vulnerável a problemas de saúde física.

Por outro lado, conseguir lidar com os altos e baixos da vida mostra resiliência. Mesmo quando passa por desilusões, quem tem maior resiliência consegue voltar a erguer-se, voltar a tentar e estabelecer novos objetivos. Mesmo acontecimentos devastadores podem conduzir a novas paixões de vida, a um sentimento de gratidão e de que a vida tem mais significado.

Posso mudar a minha pontuação?

Felizmente, o humor e a perspetiva são uma área que podemos trabalhar para mudar. Se tiver uma pontuação alta e quiser mantê-la, continue com as atividades de autocuidado. Cultive o seu apoio social, mesmo que à distância, e cuide de outras áreas importantes para o seu bem-estar.

Para manter ou aumentar uma pontuação razoável nesta subcategoria, pense em experimentar novas atividades ou em revisitar interesses e passatempos antigos, que lhe proporcionem alegria e satisfação. Mude o seu ambiente físico, se possível (mesmo que isso signifique apenas dar um passeio uma vez por dia) e descubra ferramentas de pensamento positivo e atenção plena. O aconselhamento também pode ajudar a identificar padrões de pensamento negativo e a desafiar crenças negativas que tenha sobre si. Mantenha ou melhore atividades de cuidados com o corpo, através da alimentação saudável e do exercício, idealmente na natureza, se possível, que podem ajudar a melhorar a sua disposição. E, mais importante ainda: durma o suficiente.

As pontuações negativas nesta categoria podem ser fruto de trauma, depressão crónica ou até problemas neurológicos pré-existentes, podendo influenciar o seu eu social, a iniciativa e motivação.

Também podem indicar que tem pensamentos ou comportamentos violentos ou suicidas. Se tiver pensamentos de suicídio, automutilação ou violência, procure ajuda de imediato. Contacte o seu médico, um psiquiatra ou terapeuta e ligue para a linha SOS Voz Amiga.

Ver artigo relacionado: Um MHQ negativo é sinal de que deve procurar assistência médica.

O humor e a perspetiva são dos fatores mais importantes a influenciar a nossa vida, a curto e a longo prazo, proporcionando-nos alegria e felicidade e tornando-nos resilientes face às adversidades. Tê-los como prioridade, cultivando-os ou melhorando-os, é um passo importante para se desfrutar de uma vida positiva e agradável.